Cristã foge do Estado Islâmico

Eu sinto falta dos meus amigos no Iraque e poder saber deles através do Facebook traz bastante alívio ao meu coração
Asmaa* cresceu na cidade cristã de Mosul, no Iraque. No verão de 2014 ela teve que fugir do Estado Islâmico, no meio da noite, tendo apenas um punhado de seus pertences com ela. "Na ocasião, achei que seria capaz de voltar no dia seguinte. Só agora percebi que nem sempre podemos voltar para nossa casa", desabafa.

Depois de morar em um campo de refugiados por mais de um ano, Asmaa agora vive em um dos países vizinhos e sua família está fazendo planos para imigrar para a América do Norte. A única forma de se conectar com seu passado e com os amigos que ficaram é através das redes sociais.

"Eu realmente sinto falta dos meus amigos no Iraque e poder saber deles através do Facebook traz bastante alívio ao meu coração. Às vezes, eu penso que jamais os verei novamente, mas eu agradeço a Deus porque mesmo virtualmente nossa amizade continua viva", conclui a jovem.

*Nome alterado por motivos de segurança

Fonte: Missões portas abertas